A história do Rap

Hoje vamos falar um pouco sobre a história do Rap. O que é, de onde vem, como surgiu. Preparados para irem à descoberta? Ora, vamos lá, então.

O que é o Rap

A palavra Rap, tem como significados, ritmo e poesia. Ou seja, é uma mistura de ritmos intensos, com rimas poéticas, integrando o contexto social, cultural e politico onde está inserido.

A música Rap em si, se lhe podemos chamar assim, tem uma batida rápida e bem acelerada, e a própria letra vem em forma de discurso, com muita informação e com pouca melodia. E por norma, as suas letras falam das dificuldades e dos problemas dos habitantes dos bairros pobres das grandes cidades.

O Rap também é composto por danças caracterizadas com movimentos rápidos e malabarismos corporais. Por exemplo, o Break dance, é um tipo de dança que está relacionado com o Rap. Para além disto tudo, o Rap ainda tem um cenário urbano, onde temos um visual cheio de grafites nas paredes das grandes cidades.

Podemos dizer que o Rap, é uma forma ritmada e cantada de se contar o que se passa no quotidiano dos bairros mais pobres das grandes cidades. Dos problemas e das questões sociais que ninguém mais ousa abordar, de uma forma direta e critica.

O Rap e a sua origem

Segundo consta, surgiu na Jamaica durante a década de 60, e foi levado para os EUA, na década de 70. Mais propriamente para os bairros pobres de Nova Iorque, onde os jovens de origem negra e espanica, que em busca de uma sonoridade diferente, deram assim um novo impulso e um novo significa ao Rap.

A historia do Rap no EUA

No EUA, foi o DJ Kool Herc, o principal responsável pela sua introdução no país.

O Rap nos EUA alastrou-se a todos os bairros pobres das principais capitais, principalmente, da cidade de Nova Iorque. Onde aqui, os jovens ‘cantavam’ sobre a situação real que se vivia nesses bairros.

O Rap no início era chamado de “tagarela”, pois é mais falado do que propriamente cantado, mas mesmo assim, consegue ascender, talvez, por ser tão diferente de tudo o que havia até então.

Assim, o Rap no início da década de 80, aproveita que muitos jovens já estavam fartos e cansados do disco music, e que começam a mixar musicas, e a fazer arranjos específicos sobre elas. Como por exemplo, as músicas de James Brown, que serviram de base para muitas músicas de Rap.

O próprio MC, foi o responsável pela integração entre a mixagem e a letra em forma de poesia e de protesto.

É considerado o marco inicial do movimento rap norte-americano, com o lançamento do disco do Rapper Delight, do grupo Sugarhill Gang.

Compreender o Rap

Por norma, o Rap é cantado por uma dupla, que é composta por um DJ, que é quem fica responsável pelos efeitos sonoros e as mixagens, e por MCs que são os responsáveis pela letra. E por norma, quando o Rap tem uma melodia, ganha o nome de Hip Hop.

Um dos efeitos mais característicos do Rap é o scratch, que mais não é que o arranhar do disco com a agulha. Foi o rapper Graand MarterFlasch que lançou o scratch. Depois dele, vieram outros que nutilizaram o scratching como recurso, como por exemplo, Ice T, Ice Cube, Public Enemy, Tupac Shakur, Queen Latifah, Eminem, Beastie Boys, entre outros.

O auge da historia do Rap e as mudanças

Foi na década de 80, que a história do Rap sofreu uma mistura com outros estilos musicais, dando assim origem a outros géneros, como por exemplo:

O dance rap ou o acid jazz ou ainda o raggamuffin, que era uma mistura com o reaggae. Aqui as letras são marcadas pela violência das ruas e dos guetos.

É nesta década que surge o chamado gangsta rap, com nomes como Snoop Doggy Dogg, Sean Puffy Combs, Cypress Hill, LL Cool J, e outros.

Por exemplo, nas letras do Public Enemy, podemos encontrar mensagens de cariz politico e social, denunciando assim as injustiças e as dificuldades que as populações mais pobres da sociedade norte-americana sofrem.

É através da musica que se faz o protesto social e se dá voz ao povo mais pobre e mais desfavorecido.

A historia do Rap no Brasil

No Brasil o Rap só vai surgir por volta de 1986, mais propriamente na cidade de São Paulo.

Na década de 80, o rap não era bem aceite pelas pessoas em geral, pois era considerado um estilo de musica mutio violento e típico da periferia.

Vai ser só na década de 90, que o rap vai ganhar força, com as rádios e a industria fonográfica, que passa a dar mais atenção a este novo estilo de musica.

Os primeiros rappers a terem sucesso foram o DJ Hum e Thayde. Depois deles vieram nomes como Racionais MCs, Planet HEmp, Pavilhão 9, Detentos do Rap, Cambio Negros, Xis & Dentinho e o Gabriel, O Pensador, que até hoje é uma referência incontestada.

Também aqui começa a ser usado e misturado com outros estilos e géneros musicais, como por exemplo, o movimento mangue beat, onde vemos presente na música de Chico Science & Nação Zumbi.

Hoje em dia, o rap no Brasil está muito bem integrado no cenário musical, vencendo preconceitos e conseguiu passar da periferia para alcançar o grande público.

A historia do Rap em Portugal

Em Portugal, temos na década de 80 a invasão do hip hop, que se infiltrou nos subúrbios das grandes cidades, como Lisboa e Porto. Em zonas como Amadora, Cacem, Vila Nova de Gaia, Maia e até na Margem Sul.

Em Portugal a primeira compilação de rap só surgiu em 1994 com a designação de Rapublica. E foi aqui, que o rap ou o hip hop se afirmou de uma vez por todas entre os portugueses.

O melhor exemplo disso mesmo, é o refrão “Não sabe nadar, yo”, que chegou à boca do povo mais rápido que um ai.

Mas apesar ter tido este boom, acabou em desuso entre os jovens, perdendo assim o compasso do estrangeiro, embora ainda se faça sentir nos arredores da capital.

A historia do Rap e o futuro

A historia do Rap ainda não acabou. Acreditamos que ainda tem amis capítulos para serem escritos. E enquanto houver pessoas pobres e injustiças no mundo, haverá sempre o rap.

Mas não deixamos de pensar e de por a questão:

Quanto mais historia tem o rap para contar, ou vai-se perder com o tempo?

Ver também:

2 Comments

  1. Lucas Huinka
    13 Setembro, 2018

    Olá, gostei de conhecer a história do Rap, irei utilizar como fonte para um trabalho no meu curso técnico em música, poderia me dizer o autor deste artigo?

    Responder
    1. A História
      10 Novembro, 2018

      Coloque o nosso site.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.