A história da bola

A história da bola vai-nos levar à descoberta de um objeto tão simples mas tão importante para o mundo do deporto. Pois em quase todos os desportos existe uma bola.

A história da bola

O que é

A bola é um objeto esférico que pode ser lançado ou chutado. Acredita-se que a bola poderá ter surgido a partir da inspiração de alguém um dia ter chutado uma pedra. Algo não muito pesado e que se tenham apercebido que poderia ser algo útil ou simplesmente divertido.

Quem a inventou

A história da bola diz-nos, que por incrível que pareça, foram os chineses que a inventaram no século IV antes de Cristo.

Reza a história que a primeira bola terá sido criado quando um dos cinco grandes governantes da China, Fu-Hi, que era um inventor apaixonado, conseguiu comprimir várias raízes duras para fazer uma massa esférica, que cobriu com pedaços de couro cru: e assim surge a primeira bola!

Ver: A história do futebol

A história da bola em datas

A história da bola com base nos desenhos encontrados em cavernas, que esta terá surgido há mais de 3000 anos, mas claro que aqui a bola seria de pedra e não era completamente redonda como nos dias de hoje.

Mas como tal todas as coisas a bola também teve a sua própria evolução:

1894 – Aqui temos a bola feita de couro curtido com uma costura bem grosseira no meio, o que criava um grande problema. Na hora de cabecear a bola, a dita costura acabava por magoar a testa dos jogadores.

1958 – Apesar de continuar a ser feita de couro, mas já não tem aquela costura. Mas se por um lado melhoro, pois já não magoava a cabeça dos jogadores, por outro, acontecia que em dias chuvosos, o couro ficava encharcado, o que fazia com que a bola ficasse mais pesada, o que acabava por dificultar a passagem da mesma e os chutes.

A história da bola

1960/70 – Nesta altura podemos dizer que a bola sofreu uma certa evolução. Apesar de ainda serem de Coura, mas já tinham um melhoramento: eram impermeabilizadas. Ou seja, já não ficavam encharcadas durante os jogos em campos molhados como as suas antecessoras.

1980 – Mais uma evolução para este pequeno objeto mas tão importante para o mundo do desporto. Os materiais sintéticos começam a ser utilizados no fabrico das bolas. Isto faz com que quer o aspeto como a durabilidade do material conquistassem a atenção dos jogadores.

1990 – É a altura dos polímeros. O que significa que todas as bolas feitas a partir daqui eram mais leves, graças à presença dos polímeros. O poliuretano, que é altamente leve e durável passa a ser usado para o revestimento e para o interior ou para as camadas internas usa-se o poliestireno, para além disso, as câmaras-de-ar são feitas de látex.

Inicio do século XXI – Como se pode ver nos dias de hoje, os polímeros vieram para ficar. Como podemos ver, as bolas mais modernas têm sob o seu revestimento de poliuretano, dez camadas de poliestireno e na câmara é usada a borracha butílica. Ou seja, a tecnologia deste século que ainda vai no começo, permite que os gomos da bola sejam então unidos por ligação térmica em vez de costuras.

A história da bola

Desportos com bolas

A história da bola ensina-nos que no mundo dos desportos e ao longo dos tempos já tivemos bolas de vários formatos e feitos de vários materiais. Como por exemplo, bolas feitas de crinas de animais, fibras de bambu, frutas secas, meias velhas, enfim, uma infinidade de matérias-primas que pudessem ser usadas para criar uma simples bola.

E as bolas para além de serem um brinquedo divertido para qualquer idade, as bolas são utilizadas nos mais diversos desportos e práticas desportivas, como por exemplo, o Pilates. Segundo os especialistas, a queima de calorias em desportos com bolas para além de ser intensa, também é mais prazerosa.

E para se ter uma ideia da quantidade dos desportos que surgidos à volta da bola, vejam só esta lista: badminton, beisebol, basquetebol, bilhar, boliche ou bowling, críquete, golfe, handebol, hóquei, pólo, squash, ténis, tênis de mesa, voleibol e muitos outros.

A história da bola

Sabia que

A bola também é uma peça importante nas eleições na Gambia? As chamadas bolas de gude são usadas nas eleições, em vez dos boletins de votação. Ou seja, cada eleitor tem de depositar uma bolinha no tambor com a foto do seu candidato e as cores do partido, que fazem o papel de urnas. Deste modo os fiscais têm enormes tabuleiros com espaço para centenas de bolinhas. Este sistema foi criado em 1965 devido ao alto nível de analfabetismo que existia no país.

Como podem ver a bola pode ser um objeto aparentemente insignificante, mas como viram, é tudo menos insignificante. Só resta perguntar, que mais transformações e evoluções poderá ter a bola?

Ver: A história do voleibol

Ver: A história do basquetebol

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.